terça-feira, 18 de março de 2008

Sengo


Ontem à noite lá ia ele qual cãozinho atrás do dono para o ajudar a despejar o lixo!

Isso mesmo!




Andávamos nós à andanças com um embrulho lindo que tinhamos feito para guardar a nossa caturrinha "lola" que tinha acabado os 18 aninhos em nossa casa.

Queriamos dar-lhe nobreza no final tal como foi a sua vida connosco, nobre!

Deixámo-la sob uns arbustos floridos e lindos como ela era!

Não sei que idade teria quando a comprei em 1990 para oferecer à minha filha Sofia,2 ou 3 a acrescentar 18 em nossa casa...teria 20 ou 21, nem sei se mais ainda!

Adorava caril e caranguejo, e o galão da manhã era imperdível...saltava para a mesa e enfiava a cabeça dentro da caneca e enquanto não tinha o papo cheio não desligava...fantástica!
Tinha um poleiro onde permanecia quando não andava em voos pela casa toda! Um dia fugiu...foi um drama...a Vodka (nossa golden retriever) tentou afiambrá-la e ela deu de frosques porta fora. Apareceu 1 semana depois numa casa perto da nossa...assim que viu a Sofia voou-lhe logo para o ombro...não havia dúvidas era a nossa lolita!

Ralhava com todos quando os serões se prolongavam noite dentro...afinal na natureza já está escuro há tanto tempo! Queria a luz apagada! E não é que muitas vezes até lhe fazíamos a vontade! Os gritos dela eram tão estridentes que não conseguiamos falar...parecia que dizia..."calem-se e apaguem a luz!".

Mal sabia ela que muitas vezes estávamos também a provocá-la. Era uma mimada e nós gostámos muito dela.

Fica bem lolita!

Do Sengo falarei a seguir...é lindo e está com os meus amigos do coração, que adoro!

1 comentário:

Sofifaruk disse...

:)

Deixa muitas recordações!
Afinal foram 18 anos de convivência e sem dúvida alguma me marcaram, como quando fugiu e depois me reconheceu, o galão e o carangueijo que ela tanto gostava...e lembraste em nossa casa em S.Miguel das Encostas quando tinhamos a "Floresta" na sala e o passatempo preferido dela era desfiar os teus fetos ao som do gravador que repetidamente dizia:Olá!Olá!Olá!Sou eu!Sou eu! Sou eu!:)
As unicas palavras que aprendeu e que ainda dizia.
Foi muito bem tratada e teve muito carinho, tomara muitos pássaros terem a vida que a Lola teve.